SELEÇÃO DE ATRIZES E EQUIPE TÉCNICA

Profissionais farão parte do Borboleta

Curta metragem retrata experiência de abuso sexual familiar

Seleção de atrizes e equipe técnica

Local: cidade do Rio de Janeiro.

Oportunidade para quem quer mostrar o seu trabalho e fazer parte de uma produção cinematográfica. A proução do curta Borboleta está selecionando profissionais para o projeto de curta metragem independente. Para tanto, os interessados devem preencher formulário no site do projeto http://www.curtaborboleta.com.br e aguardar a data de seleção e outras informações, que serão enviadas para o e-mail do cadastro efetuado. As informações cadastradas serão guardadas e todo o material que for enviado terá garantia de total sigilo e segurança dos dados.

Entre os profissionais desejados – atrizes, diretor de fotografia, editor de vídeo, finalizador, colorista, fotógrafos, iluminador, figurinistas, continuísta e técnico de áudio.

CURTA

A violência doméstica é um problema que atinge milhares de crianças e adolescentes no Brasil. Quando esse fato é vivido, a vítima nem sempre consegue compreender ou conviver com os resultados desse tipo de dinâmica familiar abusiva. O ponto de vista de quem sofre violência sexual é o tema do curta metragem Borboleta, que retrata a história de Joana, uma garota de 14 anos que vive essa realidade por parte do padrasto e uma mãe que está distante à situação.

Escrito e dirigido por Carlos Figueiredo e Márcio Coutinho, o filme conta a história de uma adolescente que mergulhada num círculo rotineiro dessa violência não encontra saída e é levada a cometer suicídio. O curta metragem tem diálogos tensos e o olhar da protagonista é o fio condutor da narrativa, apresentando um drama angustiado e que pretende captar a apreensão do espectador. O roteiro buscou trabalhar a experiência de uma família que vive essa experiência de maneira íntima, e neste núcleo familiar apresenta uma menina que não entende o que está acontecendo, e que descobre sozinha como lidar com sua dor.

Produção com baixos recursos

Com poucos recursos e muito empenho, o filme começou a ser pensado e produzido esse ano e está arrecadando recursos para a produção. A equipe, concentrada na cidade do Rio de Janeiro, já dispõe da maioria dos equipamentos para as filmagens e está buscando patrocínio para a conclusão e recebendo portfólios para seleção de elenco. Qualquer pessoa pode colaborar através do Catarse, uma plataforma de financiamento coletivo de projetos pela Internet. O endereço é o http://catarse.me/curtaborboleta. Para cada valor doado haverá um brinde oferecido após a conclusão e lançamento do filme. Os recursos arrecadados serão destinados para a locação, alimentação, transporte, divulgação, edição, além de cenários e figurinos.

O projeto não conta somente com captação pelo crowdfunding e também busca apoios e patrocínios de empresas. Para empresários que desejarem colaborar, além dos créditos no filme, o projeto considera que a marca estará presente nas demais formas de divulgação, como cartazes, folderes, site e redes sociais.

Marketing e divulgação

O curta metragem será produzido na cidade do Rio de Janeiro. Tem previsão de lançamento em dezembro de 2016 e tem como estratégia a divulgação e publicação na Internet, o que permitirá alcançar um público amplo, uma vez que o filme se dirige a diferentes faixas etárias e classes sociais. Posterior ao lançamento o curta buscará a circulação em festivais e mostras no país e no exterior.

Anúncios