JORNALISTA EM EDUCAÇÃO

Jornalistas especializados em Educação tem oportunidade de bolsa na Universidade de Columbia (EUA)

jornalismo

A Universidade de Columbia, em Nova York, está com inscrições abertas para a seleção de quatro bolsistas Spencer. Os candidatos devem ser jornalistas especializados em educação. Os aprovados passarão um ano letivo produzindo uma grande reportagem com monitoria de um docente da Columbia Journalism School e acompanhamento de algum outro professor da Universidade, à escolha do bolsista.

O programa de aulas envolve tanto disciplinas de jornalismo quanto da Teachers College, escola de educação pioneira nos Estados Unidos. Os bolsistas também poderão cursar quaisquer disciplinas que desejarem dentro da universidade.

A bolsa cobre todos os custos com a universidade e fornece 75 mil dólares para custear a estadia em Nova York durante as aulas. Além desse valor, há ainda 7,5 mil dólares destinados a cobrir gastos com pesquisas (montante normalmente usado para cobrir custos de viagem). O programa começa na última semana de agosto de 2016 e se estende até maio de 2017.

Esta é a primeira vez que jornalistas da América Latina poderão concorrer. Não há, no entanto, nenhuma cota de vagas reservadas para repórteres de qualquer região. O programa é inteiramente em inglês, e por isso os candidatos devem ser fluentes no idioma. Além das aulas, o período em Columbia servirá para os bolsistas trabalharem no projeto apresentado na inscrição, e a infraestrutura da universidade poderá ser usada para esse fim. Os alunos também são registrados como estudantes de pós-graduação, e, como tal, têm todos os benefícios, inclusive acesso às bibliotecas e a serviços de saúde.

A bolsa Spencer foi criada na Faculdade de Jornalismo da Universidade Columbia em 2007 com financiamento daFundação Spencer. Seu objetivo é aprimorar a cobertura por meio da aproximação do repórter com a pesquisa acadêmica na área educacional. Saiba mais.

Com informações da Mega Brasil

Anúncios